• contato@carmox.com.br
  • (16) 98143-4647

Quais as cores das tubulações industriais

Compartilhe

Você sabe exatamente quais são as cores das tubulações industriais? Nesse blogpost, a Carmox explica tudo detalhado para que você não tenha mais esse tipo de dúvida e entenda, de uma vez por todas, o motivo pelo qual as tubulações precisam ser divididas por cores. 

O uso das cores nas indústrias é obrigatório para que haja a correta identificação dos equipamentos de segurança, além de delimitar áreas e identificar tubulações empregadas para condução de líquido e gases. Além de tudo, as cores servem para sinalizar os riscos. O uso adequado é uma orientação estabelecida pela NR-26 - Sinalização de Segurança, do Ministério do Trabalho e Emprego.

O que mais é preciso saber sobre as cores das tubulações industriais? Quais as cores das tubulações industriais?

O que mais é preciso saber sobre as cores das tubulações industriais?

 

É importante dizer que, nos segmentos industriais, as cores são usadas muito fortemente para a identificação das tubulações com a finalidade de evitar acidentes com os trabalhadores. 

Por isso existe a NBR-6493, da ABNT responsável por orientar sobre o uso das cores para a identificação de tubulações fixas em casos de canalização de fluidos, substâncias perigosas, materiais fragmentados e também em casos de condutores elétricos.

Para que haja uma padronização, usa-se o Sistema de Cores de Munsell, criado no século XX e utilizado até hoje. Esse sistema permite um arranjo tridimensional das cores num espaço cilíndrico de três eixos o que dá a permissão para especificar uma determinada cor através de três dimensões.

 

FALE COM A GENTE

Quais são essas as cores das tubulações industriais?

O modelo de cores, antes de mais nada, é baseado em cores base e secundárias.

  • BRANCO: A cor classificada como (B 000) é utilizada em tubulações a vapor;
  • AMARELO: (C 067) utiliza-se essa cor para tubulações que vão receber gases não liquefeitos;
  • VERMELHO: Essa cor (B 291) é destinada a tubulações que receberão vapor saturado e materiais para o combate a incêndio como água, por exemplo;
  • VERDE: A cor também denominada (N 541) é para água, exceto as que são utilizadas para combate a incêndios que está classificado no tópico anterior; 
  • AZUL: A cor (X 17J) é recomendada para produtos sob pressão, como por exemplo tubulações de ar comprimido;
  • LARANJA: A cor (C 244) é indicada para tubulações que vão receber tipos de ácidos; 
  • CINZA ESCURO: (W 685) Quando o assunto for essa cor é porque estamos falando sobre os eletrodutos; 
  • CINZA CLARO: Já quando for a cor (J 684) é para vácuo;
  • PRETO: A cor (Y 999) é destinada para tubulações que vão receber inflamáveis e combustíveis de alta viscosidade, como óleo combustível, piche e asfalto; 
  • MARROM: Essa cor é para os demais fluidos como óleos, materiais fragmentados como minério bruto ou petróleo bruto;
  • ALUMÍNIO: Essa cor é obrigatória para substâncias inflamáveis e combustíveis de baixa viscosidade, com diesel, lubrificantes, solventes, gasolina e querosene;
  • CREME: A cor (F 143) é para produtos intermediários pesados; 
  • LILÁS/PÚRPURA: A (M 32T) é voltada para álcalis, lixívias (água sanitária).

Onde encontrar empresa de tubulação de gás industrial?

Agora que você já entendeu tudo sobre as cores das tubulações industriais, tem alguma dúvida sobre essa questão? Sua indústria ou empresa está seguindo todas as normas em relação as cores para uma maior medida de segurança? Precisa de um projeto de tubulação industrial bem estruturado? Fale com a Carmox. 

Nesta empresa que atua há mais de 30 anos neste mercado, você encontra qualidade, segurança e preço compatível com o mercado. Preencha o formulário abaixo e fale com um de nossos especialistas.

Fale com um especialista!